IAP apreende 12 aves silvestres mantidas irregularmente no Noroeste do estado

Fiscais do Escritório Regional do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Paranavaí encontraram 12 aves silvestres mantidas irregularmente por criadores em operação realizada na última sexta-feira (16). Os animais eram mantidos por criadores irregulares nos municípios de Diamante do Norte e Itaúna do Sul, no Noroeste do Paraná.

As aves são de sete espécies diferentes, e o auto de infração lavrado para cada criador irregular foi de R$ 500 para cada ave que não está em risco de extinção e R$ 5 mil para aquelas ameaçadas de extinção. Ao todo, foram lavradas 2 multas que somam R$ 10 mil.

Os animais apreendidos foram levados pelos fiscais para serem examinadas por uma bióloga parceira. Após o laudo da profissional, as aves que estão em boas condições de saúde são devolvidas à natureza, enquanto as demais passam por um processo de adaptação até voltarem ao seu ambiente. Caso a volta à natureza não seja possível, os animais são enviados a centros de triagem credenciados pelo IAP, onde são mantidos por profissionais.

Desde julho, os fiscais do Escritório Regional de Paranavaí estão fiscalizando os criadores amadores licenciados pelo IAP. A partir dos cadastros realizados junto ao Sistema Informatizado da Criação de Passeriformes Nativos (SISPASS), os fiscais vão até os locais e, muitas vezes, verificam que os criadores têm tanto animais licenciados e com anilhas, quanto irregulares. Além disso, os fiscais também orientam os criadores, de áreas urbanas e rurais, quanto à portaria do IAP que alterou o limite de animais que podem ser criados.

Extraído de IAP

Deixe uma resposta

Top

Solicite uma cotação

Confira nosso diferencial de preços de itens importados e certificados.